Pois é! Todos nós estamos cercados de dias, momentos e energias boas e ruins. Mas como os dias e momento ruins tendem a serem mais notados que os bons, parece que tudo dá errado, e acabamos por potencializar essas situações e dando assim espaço para o desanimo a vontade de sumir. Calma. Calma! Dar um tempo para analisarmos nosso interior nem sempre é ruim, também é uma opção a se pensar. Eu mesmo já dei um tempo de tudo e quando voltei, puf, parecia que minhas energias estavam de volta.
A regra desse tempo próprio pode até não se aplicar a você, ou à situação que você se encontra, talvez você não consiga sumir por 10 dias por exemplo, mas quem sabe você consiga dar um dia a si mesmo(a). Pode ser aquela ida à floresta, pode ser aquela caminhada que você nunca fez, pode ser se esticar em um rede e e desligar o telefone. Encontre uma maneira de se encontrar, normalmente esse tempo é só, é seu, portanto, converse com a pessoa que você está e diga que você precisa “sumir” e se encontrar.

Cuidado para que a pessoa não entenda que você está correndo dela, explique que é o contrário, você está indo se encontrar.

A conotação de tempo não seria uma fuga dos problemas, e sim uma busca por soluções, quando você sai da zona de conforto e coloca seu ser para refletir, o universo tende a lhe oferecer saídas para várias circunstancias do cotidiano, classifique isso como uma busca interior, então, literalmente posso te dizer:

Muitas vezes dar um sumiço faz bem ao corpo e a alma.

Comentários do Facebook